Enxaguante bucal: preciso mesmo usar?

autocuidado Jun 23, 2020
2019_03_foto10

Fazer um bochecho com o enxaguante bucal depois de escovar os dentes dá aquela sensação refrescante e ainda deixa um gostinho bom na boca. Muita gente usa o produto como parte da rotina de higienização, mas será que ele é realmente necessário? Como deve ser escolhido e utilizado?

Como usar o enxaguante bucal

O enxaguante é um complemento na higienização, e funciona para remover bactérias que permaneceram nos dentes após a escovação. Geralmente, o produto é indicado para quem possui doenças periodontais, como cáries, inflamações na gengiva ou também dentes muito sensíveis. Quem passa por uma cirurgia odontológica, como extração dos sisos, também recebe a indicação de fazer o bochecho, com enxaguantes específicos.

A melhor pessoa para indicar a forma de uso do enxaguante bucal é o seu dentista. Ele poderá sugerir a frequência e tipo do produto, já que existe uma grande variedade no mercado. No entanto, se quiser comprar sozinho, evite as fórmulas com álcool, para manter uma boa saúde bucal.

Fique atento!

  • O enxaguante bucal não deve ser usado por crianças menores de 6 anos. Oriente a criança a nunca engolir o produto;
  • Ele não substitui a escovação e não deve ser trocado pela escova e pasta de dentes, dupla realmente eficaz na higiene bucal;
  • O enxaguante não combate o mau hálito. É preciso investigar a causa com um profissional para usar o tratamento correto.

Não se esqueça de ir ao dentista a cada 6 meses para uma limpeza caprichada!

SouSmile

apaixonados por sorrisos, bem-estar, transparência e autoestima :)