Como decidir qual aparelho ortodôntico devo usar?

vida alinhada Jul 20, 2020
2019_12_foto8_450

Embarcar num projeto pessoal rumo ao sorriso que você ama é a decisão fácil! Escolher qual aparelho usar é a parte difícil. Hoje existem milhares de métodos para alinhar os dentes e a literatura sobre eles nem sempre é fácil de entender.

Nosso aparelho invisível é uma opção estética, discreta e rápida, para casos estéticos em até 9 meses de tratamento. Tudo começa com uma pré-avaliação virtual, na qual vamos te contar se o seu caso pode ser tratado por nossa tecnologia.



Cada pessoa é única não só no formato da sua boca, mas também em quais atributos elas valorizam. Alguns são mais sensíveis à dor, outras têm a rotina muito corrida e muitos se preocupam com aparência. Para te ajudar nessa escolha, fizemos um comparativo fácil de como cada tratamento ortodôntico se comporta nos atributos mais importantes. Feliz leitura ☺

Quais são os tipos de aparelho que existem?

Os aparelhos ortodônticos evoluíram muito nos últimos 20 anos, tanto para oferecer mais eficiência, quanto para responder a demanda dos usuários, que queriam experiências mais fáceis. Estes são os principais tratamentos e como eles funcionam.

Aparelho Metálico

O tipo mais convencional de aparelho ortodôntico é o fixo metálico, que tanta gente já usou na adolescência. É o mais indicado para essa época da vida por ser fixo, o que ajuda a pessoa a manter-se disciplinada, e por realizar movimentações mais difíceis e importantes na formação óssea da arcada dentária.

Como funciona?

O aparelho fixo metálico consiste em bráquetes ligados por um fio de metal, que orienta a movimentação de cada dente. As borrachinhas que envolvem o bráquete podem ser coloridas - ou seja, não é um aparelho tão estético. Além disso, é importante prestar muita atenção na higiene bucal usando o fixo, que fica mais difícil de limpar - e é indicado também evitar alimentos muito duros, para não quebrar nenhum bráquete.

Trata quais casos?

Esse tipo de aparelho é bastante indicado para casos de mordida cruzada, mordida profunda e mordida aberta, além de queixas estéticas de maior complexidade. O tempo de tratamento varia de acordo com o planejamento e as manutenções precisam ocorrer com bastante frequência, para ajustar a força que o aparelho exerce nos dentes.

Aparelho Autoligado

O aparelho autoligado é bem parecido com o fixo metálico convencional, mas não usa borrachinhas para segurar o fio de metal. O próprio bráquete tem clipes que prendem o fio e a técnica possui vários benefícios em relação ao conforto e frequência de consultas de acompanhamento.

Como funciona?

O bráquete do aparelho autoligado não tem borracha, o que significa menos atrito com o fio - e, consequentemente, menos tempo de tratamento. É um aparelho que machuca menos a boca e é mais fácil de limpar.

Trata quais casos?

O aparelho autoligado, assim como o fixo, não possui restrições e é uma boa opção para casos complexos de mordida. Outro benefício da ausência de borrachinhas é o maior tempo entre as consultas de manutenção, o que permite um tratamento mais prático.

Aparelho Fixo Estético

Os aparelhos estéticos são uma alternativa mais discreta ao aparelho fixo convencional ou autoligado. Os bráquetes são feitos da cor do dente, mas o material pode variar - assim como o custo.

Como funciona?

O aparelho estético pode ser feito de policarbonato, porcelana ou safira. A primeira opção é a menos vantajosa pela aparência, mas a mais barata entre as três. O policarbonato é um tipo de plástico opaco que acaba manchando e se desgastando com o uso, apesar de ser transparente no início do tratamento. Pode ser fixo ou autoligado.

Já o aparelho estético de porcelana tem o bráquete da cor do dente e não mancha, sendo uma boa opção. Ele possui a versão autoligada, que também é bastante discreta. Tem o melhor custo-benefício entre os aparelhos estéticos fixos.

Por fim, o aparelho estético de safira usa o material mais translúcido possível, o que permite uma aparência ainda mais transparente que as anteriores. Ele é também mais confortável, pois não machuca a boca, e é bastante resistente também. O que não ajuda tanto é o preço, mais alto do que as outras opções, por conta da sofisticação do material.

Trata quais casos?

O aparelho estético fixo trata os mesmos casos que o fixo convencional ou autoligado - se seu caso requer o aparelho fixo, o estético é uma alternativa mais discreta.

Aparelho Lingual

Quem precisa corrigir uma queixa de maior complexidade, mas não quer um aparelho que fique aparente, pode optar pelo aparelho lingual. Ele consiste em bráquetes colados na superfície interna dos dentes, para dentro da boca, e é bastante discreto - embora possa causar alterações na fala.

Como funciona?

O aparelho lingual funciona da mesma forma que o fixo, com a diferença de ser instalado para dentro da boca. Seu posicionamento o torna um pouco mais frágil, o que faz com que seja contraindicado para crianças, e requer a mesma atenção na higiene. O lado negativo é que, em constante contato com a língua, a chance dos bráquetes causarem lesões é maior.

Trata quais casos?

Essa tecnologia trata os mesmos casos do aparelho fixo, ou seja, tanto de mordida quanto de alinhamento e espaçamento. A indicação só vai depender dos hábitos da pessoa, que deve redobrar a atenção para não comer alimentos muito duros e caprichar na escovação.

Aparelho Invisível

O aparelho invisível consiste em placas transparentes no formato exato dos dentes, que fazem as movimentações por etapas. O tratamento surgiu no final dos anos 90 e é o mais moderno, rápido e confortável do mercado ortodôntico. Os casos são planejados digitalmente por fases, cada uma com uma movimentação específica que o dente deverá fazer. Ele é o único aparelho realmente discreto, que não aparece em seu sorriso!

Como funciona?

A espessura e material das placas pode variar, mas a técnica usa uma força mais precisa e direcionada para movimentar os dentes, o que torna o tratamento mais rápido. Por isso, é preciso seguir à risca os protocolos de uso do aparelho invisível, para atingir o resultado esperado.

O planejamento digital é um dos maiores benefícios do tratamento, que é bem mais previsível do que o convencional. Dá para saber quando você vai terminar e até uma previsão de como ficará o resultado. Além disso, os alinhadores podem ser feitos de plástico ou poliuretano, no formato exato dos dentes e devem ser tirados na hora das refeições, o que proporciona muito mais conforto para quem está usando.

Trata quais casos?

O aparelho invisível é focado em casos simples a moderados. Na SouSmile nosso foco é em casos estéticos de alinhamento e espaçamento dos dentes. Alguns alinhadores podem ser acompanhados de acessórios, como elásticos e botões de resina para tratar casos moderados a complexos.

Fatores de escolha de um aparelho

2019_12_foto19-1

Na hora de selecionar um tratamento ortodôntico, existem muitos fatores a serem considerados, como eficácia, aparência, preço, conforto, praticidade e disciplina. O peso que deve ser dado para cada um depende da sua rotina e preferência pessoal.

Objetivo

É muito importante entender qual o seu objetivo com o tratamento ortodôntico. Por que você está fazendo e o que você espera no final? Classificamos os principais objetivos em dois grandes grupos:

Objetivo Estético

Aqui o objetivo, como o próprio nome diz, é chegar em um sorriso mais bonito. Isso pode incluir fechar um espaço, alinhar os dentes tortinhos ou nivelar dentes em planos diferentes! Quando o objetivo é estético (casos simples a moderados), todos os tratamentos são muito eficazes na resolução da queixa e, por isso, os outros atributos abaixo serão mais importantes no processo de decisão.

Objetivo Funcional

O objetivo funcional está relacionado às funções que o dente deve exercer. Por exemplo, se você não consegue mastigar direito ou a boca não fecha por completo. Para queixas funcionais, o ideal é optar pelo aparelho fixo (metálico, autoligado ou lingual) ou pelo aparelho invisível com acessórios, como elástico e mini implante. (ver quais casos tratamos)

Como cada caso é único, é importante também consultar um especialista para que ele consiga avaliar certinho se é possível atingir o seu objetivo com o tratamento escolhido, sem nenhum impacto negativo para a sua saúde.

Aparência do Tratamento

Este é um dos fatores mais decisivos para a maioria das pessoas que estão alinhando os dentes! Especialmente para quem não é mais adolescente. Muitos tratamentos ortodônticos evoluíram para oferecer uma versão mais discreta. Comparamos cada tipo de aparelho, do ponto de vista estético:

Aparelho Invisível

A opção mais discreta que tem. A placa é fina e transparente, o que a torna quase imperceptível. A única coisa que pode aparecer é um leve brilho nos dentes, dependendo do material que o alinhador for feito. Opte por marcas que trabalham com poliuretano - o material fosco brilha menos!

Aparelho Lingual

Também é uma opção super discreta, pois os bráquetes estão colados no lado interno dos dentes. O único ponto negativo é que quando você for falar, ou sorrir de boca aberta, os bráquetes podem aparecer.

Aparelho Invisível com acessórios

Parecido com o aparelho invisível, também é bem imperceptível, mas os elásticos que ajudam na movimentação o torna um pouquinho menos discreto.

Autoligado Estético

Os bráquetes e fios na cor do dente fazem com que esta seja a opção mais discreta dentro da categoria dos fixos. Além disso, o bráquete não possui elásticos, o que o torna ainda mais estético.

Aparelho de Safira

Os brackets no aparelho de safira são feitos de um material translúcido, que se adapta bem a qualquer tom de dente. Os bráquetes são menores do que os de porcelana e metal, fator que contribui na estética.

Aparelho de Porcelana

Para quem tem dentes mais brancos e perolados, o aparelho de porcelana é uma ótima opção. Se este não é o seu caso, o bráquete pode acabar destoando um pouco da cor do dente.

Autoligado Metálico

Não é uma opção discreta, já que os bráquetes são metálicos e facilmente visíveis. A falta de elásticos faz com que seja levemente mais discreto que o fixo convencional.

Fixo Metálico

Opção menos discreta entre os aparelhos ortodônticos, já que o bráquetes e fios metálicos se destacam no dente, assim como os elásticos.

Preço

Encontrar o melhor custo-benefício é um desejo quase unânime. Quando o assunto é preço, há pouca padronização e informação disponível na internet, o que pode tornar o processo de escolha longo e difícil. Pesquisamos duas clínicas odontológicas de perfis diferentes (popular e exclusiva) para trazer uma média dos preços praticados no mercado. O gráfico abaixo contempla o custo total do aparelho incluindo avaliação, consultas de acompanhamento e contenção para tratamentos de 6 meses. Devido a restrições regulatórias, os preços estão em valores relativos.

Conforto

O conforto é um atributo chave que deve ser levado em conta, já que estamos falando de um tratamento que estará presente durante um período integral do nosso dia a dia. A limitação aqui é que não é possível testar com qual tratamento você vai se adaptar melhor antes da escolha. Conversamos com a nossa ortodontista responsável, Dra. Natália Lombardo, sobre as percepções dela em relação a cada um dos tratamentos baseado no feedback dos clientes que ela tratou nos últimos 15 anos.

Aparelho Invisível: “Definitivamente o mais confortável. Os alinhadores são finos e feitos sob medida, evitando desconforto na gengiva. Além disso, a movimentação focada também significa que nem todos os dentes precisam ser movimentados, o que traz menos dor para o paciente”.

Autoligado: “Tanto na versão estética quanto no metálico acaba sendo mais confortável do que o fixo convencional, já que os bráquetes são um pouco menores”.

Aparelho Fixo de Safira: “Entre os aparelhos fixos, o de safira acaba sendo mais confortável pelo mesmo motivo acima, os bráquetes são menores e pegam menos no lábio interno”.

Aparelho Fixo Metálico ou Porcelana: “Os bráquetes machucam um pouco a gengiva e labios e os fios metálicos podem ser um problema”.

Aparelho Lingual: “Tem a última posição quando o assunto é conforto. Os bráquetes na parte interna dos dentes machucam a gengiva e a língua e acabam sendo bem desconfortáveis”.

Praticidade

Tempo é um dos ativos mais preciosos que nós temos. Por isso, também precisamos colocar na balança com qual frequência deve-se voltar para as consultas de acompanhamento e quanto tempo duram estas consultas. Vou conseguir encaixar na hora do almoço ou na rotina antes do trabalho?

As consultas de acompanhamento são importantes para garantir a evolução do tratamento. No caso do fixo, ela é o que programa os próximos movimentos dos dentes. Já no aparelho invisível, as consultas garantem que o tratamento está seguindo conforme o planejado.

Autoligado: O mais conveniente, com frequência baixa de retornos a cada 3 meses! As consultas duram em torno de 1 hora.

Aparelho Invisível: Frequência média de retornos a cada 2 meses, e a consulta dura cerca de 15 minutos (apenas para entrega de novos alinhadores e para ver se está tudo indo bem).

Aparelho Fixo e Lingual: Alta frequência de retorno, com visitas mensais que duram em torno de 1 hora!

Disciplina

Por último, na hora de optar entre um tratamento removível e um tratamento fixo, devemos levar em conta a disciplina. Em qualquer tratamento móvel de uso integral (como o aparelho invisível e aparelho móvel), é importante usar o aparelho 22 horas por dia, para garantir um resultado efetivo. É relativamente fácil de incorporar na rotina, mas é preciso seguir as recomendações de uso!

A ida ao dentista não é mais igual antigamente, quando a única opção era o aparelho fixo metálico e o profissional recomendava este tratamento para quase todos os casos. Hoje o processo de escolha do aparelho também passa pela opinião do paciente, que deve considerar como é a sua rotina e personalidade, para que a escolha seja feita em conjunto. Além disso, os valores dos novos métodos para alinhamento, como o aparelho invisível, tornaram se mais acessíveis. Se você não for muito sensível a preço, e tiver um caso com objetivo estético, a melhor opção é o tratamento de aparelho invisível, já que ele ocupa o primeiro lugar em estética e conforto com alta praticidade.

SouSmile

apaixonados por sorrisos, bem-estar, transparência e autoestima :)